Neymar espetacular


No primeiro jogo, caneta, assistência e gol. No primeiro jogo diante da sua nova torcida, duas assistências, pênalti cavado, carretilha (que rendeu um amarelo para o marcador) e dois gols, sendo um deles driblando por entre quatro adversários na grande área, de costas para o gol, antes de virar e fechar o placar na goleado de 6 a 2 do Paris Saint-Germain sobre o Toulouse. Em apenas 180 minutos Neymar mostrou duas coisas: não se incomoda com pressão e é mesmo a contratação certa para o PSG.

Que Neymar sabe jogar sob pressão a gente já até sabia. Aos 19 anos, ele fora o principal jogador do Santos na conquista da Libertadores em 2011. Em sua primeira temporada no Barcelona, teve fácil adaptação e só caiu de produção após os escândalos de desvio de dinheiro na transação que resultou em sua ida à Espanha. Em sua primeira Copa do Mundo, em casa, carregou a Seleção Brasileira nas costas. No entanto, a pressão de custar 222 milhões de euros, de ser o jogador mais caro da história do futebol e de ser o principal astro de um grande time era novidade para o atacante. E ele tirou de letra.

É bem verdade que o Toulouse não é o Bayern ou o Real Madrid, e que Neymar terá de se provar novamente quando tiver início a Liga dos Campeões, mas é preciso lembrar que, num time com Messi, Iniesta e Suárez, ele foi o principal jogador das duas partidas contra o próprio PSG nas oitavas da última Champions: no jogo de ida, em que o Barcelona foi goleado por 4 a 0 no Parc des Princes e Neymar foi o único que se salvou na equipe blaugrana, e, principalmente, na volta, quando comandou o time catalão na vitória improvável por 6 a 1, com três gols em seis minutos - dois dele. De todo modo, o Toulouse não foi presa fácil para o PSG neste domingo, apesar de o placar indicar o contrário.

A Champions é, aliás, o grande sonho do PSG - assim como de todos os times "novos ricos" -, e a chegada de Neymar é o pulo do gato para que a equipe francesa dê esse último passo. Desde que foi comprado pelo grupo qatari, o Paris Saint-Germain investe na contratação de grandes jogadores. No entanto, até então apenas Ibrahimovic tinha sido uma contratação espetacular em todos os aspectos: era craque dentro de campo e, midiático e carismático (marrento, sim, mas com um carisma peculiar), carregava o status de astro maior do time. Com Ibra, o PSG se tornou um time grande e conquistou quatro troféus da Ligue 1. Agora, com o brasileiro, a equipe parisiense pretende se tornar gigante e finalmente conquistar a Champions - que, aliás, o sueco nunca levou.

Neymar sabe da responsabilidade que carrega, e não se intimida. E sabe que é também o maior astro do PSG fora de campo - e provavelmente, em breve, o maior astro do futebol mundial, já que Messi e Cristiano Ronaldo já passam dos 30. Depois de uma apresentação espetacular, brilhou como ninguém na estreia no Parc des Princes e até homenageou Matuidi, ídolo e um dos principais jogadores do time até se transferir para a Juventus esta semana: após marcar o primeiro gol, o brasileiro apontou para o francês, que assistia à partida das tribunas, e imitou sua comemoração. Um gesto de simpatia, humildade e carisma.

No último gol, ao manter a bola dominada apesar de marcado por quatro adversários, girar e balançar novamente a rede, Neymar mostrou que não importa com o peso que carrega. Pelo contrário, transforma a pressão em gols e jogadas espetaculares. Sempre com um sorriso no rosto. O PSG escolheu bem seu messias.

Crédito: C.Gavelle/PSG

You Might Also Like:
  • White Facebook Icon
    • White Twitter Icon
    Rio 2016
    Santiago Bernabéu
    Santiago Bernabéu
    Estádio Olímpico de Berlim
    Parken Stadium
    Estádio Olímpico de Berlim
    Estádio Olímpico
    Estádio Aquático
    Maracanã
    Grand Stade de Marrakech
    Centro Olímpico de Tênis
    Arena Olímpica do Rio
    Velódromo Olímpico
    Arena Carioca 1
    Allianz Arena
    Estádio Azteca
    Allianz Arena
    Staples Center
    Grand Stade de Marrakech
    Couto Pereira
    Mercedes Benz Arena
    Max-Schmeling-Halle
    Mercedes Benz Arena
    Ciudad Real Madrid, Valdebebas
    Estádio Olímpico de Amsterdã
    José Alvalade
    Amsterdam ArenA
    Camp Nou, orelhuda
    San Mamés
    Ramón Sánchez Pizjuan
    Caja Mágica
    Santiago Bernabéu
    José Alvalade
    Monumental de Núñez
    Estádio do Dragão
    Estádio da Luz
    Benito Villamarín
    Camp Nou
    Arena Fonte Nova
    Estádio Olímpico de Berlim
    Stadion An der Alten Försterei
    Estádio Olímpico de Berlim
    Sobre a autora

    Apaixonada por futebol desde 1981.

    Entusiasta de quase todos os outros esportes.

    Turista de estádios.

    Combinando a bola no pé e os dedos no teclado em seu próprio espaço.

     

    Procura por Tags

    © 2023 by Going Places. Proudly created with Wix.com